sexta-feira, 8 de janeiro de 2010


"Um som quase inaudível, como só pode ser o de umas lágrimas que vão deslizando lentamente até às comissuras da boca e aí se somem para recomeçarem o ciclo eterno das inexplicáveis dores e alegrias humanas."

José Saramago

Nenhum comentário:

Postar um comentário